domingo, 2 de janeiro de 2011

Musical Igreja Batista Novo Alvorecer video

Este é um video muito especial, musical do fim do ano de 2010.
Muita festa e a alegria estava contagiante, muitas crianças participaram e foi inesquecivel.
Ensina o seu filho no caminho em que deve andar e ele nunca se desviará dele.
Podemos ter certeza que o melhor lugar do mundo para educarmos nossas crianças é na presença de Deus, na igreja temos muitas atividades voltadas para as crianças, educadores experiêntes que amam o que fazem, não por dinheiro, mas por amor.
Traga seu filho para uma igreja evangélica cristã e esteja certo que ele(a) terá um futuro brilhante, longe das desilusões que este mundo oferece.

Aguardem novas postagens.
Gilvan Carvalho

terça-feira, 25 de novembro de 2008

1º Seminário de Evangelismo e Missões




Amados,
No próximo sábado acontecerá nosso seminário de evangelismo e missões, será uma grande benção.
Na oportunidade teremos conosco um casal de missionários da Jocum com experiências em missões urbanas ( crianças de rua) e transculturais ( África).
O tema do encontro é: "A ardente expectativa da criação aguarda a revelação dos filhos de Deus" Romanos 8:19.
Venha e convide outros irmãos para igualmente serem abençoados nesse evento.
Segue a programação:
29/ 11 - 17:00 hs Oficina de evangelismo (estratégias, abordagem, conceitos relativo ao tema). 19:30 hs Culto de Missões. 30/11 - 15:00hs Evangelismo / encontro na igreja. Local: Igreja


Batista Novo Alvorecer Rua Manoel Passos 335 - Bairro - Santa Cruz

segunda-feira, 21 de abril de 2008

A História da Igreja Batista Novo Alvorecer

A História da Igreja Batista "Família" Novo Alvorecer.

PR Roberto Félix. Salmos: 121 e 127.

A até então, a história da Igreja Batista "Família" Novo Alvorecer pode ser contada em três partes.

Primeira parte:
Alvorecer já na eternidade:

Antes de tudo trata-se de "Um sonho", Não apenas nosso, Mas antes "É um sonho de Deus" que a ama mais que nós todos juntos.

Ele, que ainda em "tempos" eternos, "Assentado num degrau ou deitado na rede junto à janela, na varanda de sua morada" contemplava o firmamento; Vazio e Escuro com uma terra sem forma definida.

Com o poder de sua palavra, projetou e deu forma trazendo à existência toda criação ocupando o espaço vazio e escuro.

O espaço foi ocupado pelo Sol, planetas e satélites. Num dos planetas chamado Terra formou os continentes e os arquipélagos, Os oceanos e os mares, Os grandes e os pequenos rios, Toda forma de Vida, As montanhas, as árvores, as Flores e etc.

Fez desta criação uma grande casa para aqui criar sua fama; filhas e filhos; irmãos queridos, bem parecidos com o Pai.

A relação não se daria Em nível de criador e criatura, mas sim nos moldes de uma família.

Este é o projeto básico de Deus.

Criou nesta terra um "Ponto de encontro" um lugar delicioso chamado Éden, ali seria o escritório de onde o homem administraria toda a criação.

Entretanto aconteceu o pecado e suas conseqüências; a morte ( separação), sendo necessário para sanar todos os problemas a vinda de um resgatador; Seu próprio primeiro filho Jesus.

Na América do sul veio a existir um lugar chamado Brasil, "dizem até que Deus é Brasileiro" e "aqui" há as Minas Gerais, entre elas um Belo Horizonte, e ao norte um lugar chamado Santa Cruz, nome este "símbolo do maior espetáculo da terra; a redenção do homem".

Cruz está agora desocupada é apenas um nome.; porque Deus cumpriu sua promessa, ela está vazia, a morte foi vencida, a comunhão restaurada através do sangue de Jesus derramado na cruz, e a igreja tem o privilégio de exercer o ministério da reconciliação, é ela o porta} para o céu.

Igreja "local" Batista "Família" Novo Alvorecer é uma dos portais para esta reconciliação:

Este lugar não é senão; A Porta do Céu.

Alvorecer agora no coração e nas mãos labutadoras de especiais:
Um povo sem história é obra do ocaso.

Tempo de Congregação de Lagoinha.

Ninguém pode construir uma casa sobre apenas terra. Lagoinha foi nosso fundamento.

Somos uma igreja que temos um passado e uma linda história.

Para nós membros da IB. "família" A. o tempo de "fundação", do lançamento dos alicerces, foi o tempo de congregação de Lagoinha, e esta realidade é nossa Coroa e Glória, temos orgulho santo de nossa origem.

Somos frutos de uma manifestação especial do reavivamento do Espírito Santo em sua igreja, e mantemos esta chama ardentemente acessa em nossos corações.

"Eram tempos difíceis, congregação de Humaitá era apenas um grão de areia na praia, a questão "Emancipação" tratava-se de "Luta de gigantes", “é preciso manter o foguete na direção certa" dizia PR João Batista, responsável pelas congregações.

Saímos sem querer e de mãos vazias.

Era preciso manter a estrutura lutada, porem "a meu ver" sem desejar criticar faltou "Graça".

A verdade sem Graça não passa de uma Verdade triste, apenas regras, estrutura dura e fria.

Podemos daí entender o porquê Jesus veio "Cheio de Graça e Verdade" (Flexibilidade).

Contudo temos "com clareza" a consciência de que fomos gerados em uma manifestação gloriosa do avivamento do Senhor Espírito Santo.

Pessoas especiais como PR Jose Rego Nascimento, o qual pudemos conhecê-lo numa sala em sua casa, numa tarde juntamente com outros obreiros de lagoinha numa ministração sobre batismo no Espírito Santo.

José Rego do Nascimento; Obreiro usado singularmente por Deus com excelência.

Gostaríamos ter conhecido àqueles queridos irmãos e irmãs que inspirados pelo Senhor, deram suas Vidas, Ofertas e Dízimos, madrugadas de Orações e Jejuns por este projeto divino que agora tomava forma: Igreja Batista "Família" Novo Alvorecer.

Verdadeiros pastores que não usufruíram deste título, mas que abundantemente participaram deste ministério; Pessoas queridas e especiais que marcaram seu tempo: Irmão Geraldo Cândido e equipe e sua querida igreja militante.

Enfim; Nossa sincera e terna gratidão aos irmãos da igreja de lagoinha, sua Liderança e todos representados pelo então querido Pastor Mareio Valadão em sua vocação.

Deus abençoe a Todos com suas ricas provisões em nome de Jesus.

Em tempo:
A decisão em emancipar foi da igreja em questão, não foi influenciada ou orientada pelo então obreiro.

Nome:
"Novo Alvorecer" elogiado publicamente pelo PR Marcio Valadão no culto de partida.

Segunda Parte:
Igreja Batista "Família" Novo Alvorecer.

“Alvorecer ainda em adolescência já tomando atitudes sérias”
Chamamos de "adolescência" o que se refere precisamente ao tempo da emancipação.

  • Éramos uma igreja com muitos anciãos com sérias dificuldades de locomoção. Irmã Dina mais de 60 anos sofridos! Vó Vicência quase 80 anos! Ordália e Irmã Maria! Maria Machado mais de 70 anos! Vô com mais de 90 anos, cego! Adair tinha sofrido um derrame arrastava-se com sua bengala! João com mais de 75 anos! Ana Santiago! Conceição paraplégica! Irmão Joaquim paraplégico, mas conduzia-se em cadeira de rodas. Irmã Cecília Aleixo já também uma anciã.
  • Lugar quase ermo e transporte difícil. Limites de Humaitá e Ravena.
  • Uma Igreja com muitas crianças, juniores e adolescentes.
  • Uma igreja com uma pequena e "Grande" união feminina composta de donas de casa, em sua maioria! Maridos não crentes, sem profissão definida e às vezes desempregados.
  • Uma Igreja com apenas sete homens, dois ou três empregados outros sem formação profissional (bicos).
  • Uma igreja com uma linda e alegre Mocidade.
  • U ma igreja c/ obreiro inexperiente, mas guiado p! Deus.
  • Uma Igreja singeleza, mas alegre, entusiasmada, bonita; Uma Igreja com um belo Louvor/ Boas palavras! Sempre Ótima escola bíblica dominical.
  • Uma Igreja que sempre gozou da simpatia de seus vizinhos e parentes, evangelizando sua comunidade.

Uma igreja sempre com visão social entre seus membros e até para com os de fora.

  • Uma Igreja "Geradora" e "Celeiro" de Obreiros e Obreiras: Pastor Elton! Pastor Rogério/ Pastor Aníbal Pastor José/ Pastor Waiter, Pastor Nunes, Pastor Andersom/ Pastor Ailton/ e outras referências ministeriais femininas.
  • Uma Igreja sem ajuda de políticos, do exterior ou de algum mega empresário, mas sempre sustentada pelo poder de Deus, através de dízimos e ofertas de aposentadoria, salários mínimos, e bicos; mas cumpridora de suas obrigações.
  • Uma igreja que sempre custeou suas entradas, seus custos operacionais sempre foram menores.

Uma Igreja que optou por si em continuar no lugar onde foi plantada.

  • Uma Igreja estaleiro de pastores em intervalos de ministérios. Joaquim! Elcir/ Daniel outros.
Desafios ainda em adolescência I:
A compra de Material de construção sem ter o lote próprio.

5.500 tijolos. Dois Caminhões areia lavada, dois Caminhões de areia comum, um Caminhão de Pedra, 100 metros quadrados de laje. Bastante ferragem para a obra.

Desafios ainda em adolescência II:
Compra do Lote: Valor: 130.000.000.00.

    • Tínhamos apenas 8.000.00 em caixa.
    • Dízimos em dobro! Ofertas especiais! Carnê! Livro Ouro! Telefonemas! Busca de ofertas em carro e ônibus/ Venda de Panos de Prato e camisas.

No ato da compra não tínhamos nem um terço do valor em mãos. Mas demos um chegue que o gerente cristão completou o valor com seu chegue especial.

Houve um empréstimo de aproximadamente "um Terço do valor total" que foi pago satisfatoriamente.

  1. Houve outro empréstimo de quase outro terço do valor total que foram pagos em "Dólar" Sofremos muito.
  2. Neste meio tempo entravam de muitas fontes vários valores, os quais eram passados para cobrir os compromissos.

Desafios ainda em adolescência III.
Um Projeto arrojado: Um Prédio de três andares.

A zona local só permite de dois andares, mas temos estrutura para três andares.

Concluídos: 17 Tubulões de 2 metros de profundidade com o 0,60 cm de diâmetro, e mais 1 metro de profundidade por 1 metro de diâmetro como base de apoio.

Tudo cintado com caixotes debaixo da terra com costelas, com ferro de meia, 3/8 e 5.0: c/ 0.50 altura p! 0.20 de largura.

Obs. Atualmente nos reunimos debaixo da futura galeria. A Construção está para iniciar em breve.

Terceira Parte:
Alvorecer alcançando sua maior Idade: Geração 2008 "Os 300 de Gideão".

Desejamos continuar servindo ao Senhor.
1. Desejamos dar ênfase a missões: Ganhando Almas para o reino.
2. Desejamos ser instrumento de Deus na formação de caráter cristão em tantos quantos nos forem confiados e enviados pelo Senhor a nossa congregação. Crianças! Adolescentes e jovens, anciães.

3. Desejamos continuar a construção do templo físico.
4. Desejamos aplicar métodos e estratégicas de crescimento, valorizando ainda mais as pessoas que as estruturas;
5. Utilizar de todos os recursos para que esta realidade alcance em proporções maiores a nossas vidas, igreja e comunidade.

Contamos sempre com a ajuda de Deus nestas e noutras conquistas.
Também a participação ativa de todos é de muito valor.

Com a ajuda de Deus "Podemos todas as coisas".

Obrigado a todos os irmãos.

A Ti meu Senhor e Senhor nosso, Nossa gratidão pelas respostas, tanto as negativas quanto as positivas de cada uma das orações; Teu Amor é a nossa motivação, e Tu; a razão do nosso existir. TU és a resposta para todas, ' as minhas necessidades; Toda Honra Louvor e Gloria, Majestade Domínio e Poder.

Para os queridos irmãos da Igreja Batista "Família" Novo Alvorecer.

Nesta primeira comemoração de seu aniversário.

21 anos de Lutas, Bênçãos e Vitórias; Amem,

Pastor Roberto Félix.

sábado, 12 de abril de 2008

"Jovens, eu vos escolhi porque sois fortes..."

"Jovens, eu vos escolhi porque sois fortes..." Esta é uma das frases mais comuns no cenário cristão, principalmente em reuniões de jovens, porém, acredito que ela pode nos levar a pensar em um paradoxo entre o que a frase propõe e na realidade de tantos por aí. Essa afirmação pode gerar para alguns vários questionamentos e é um deles que iremos propor nesta pequena reflexão: “Se realmente somos fortes, porque as vezes nos sentimos tão fracos?”

Quando pequena assisti um filme cujo nome não me recordo, mas que uma das cenas principais, lembro-me bem, era um parque onde as crianças brincavam e de repente uma delas entrava em uma sala repleta de espelhos. Assim como ela eu também ri bastante ao vê-la se deparar com a sua própria imagem perante os espelhos, em um deles ela se apresentava muito alta, em outra muito baixa, em outra meio gordinha... Lembrar desta cena me leva a pensar na questão que estamos analisando. De fato, nossa imagem, independente do espelho em que estivermos olhando, nunca nos mostrará exatamente como somos, para comprovar isto, basta lembrar que o espelho plano reflete nossa imagem invertida lateralmente (enantiomorfa) e é exatamente esse um dos problemas que enfrentamos atualmente, a idéia que temos de nós mesmos, não descreve o que de fato somos, primeiramente, porque quando pensamos em nós, partimos de um olhar influenciado por outros olhares. Os primeiros olhares a nos influenciar vem dos olhos dos nossos familiares, ao considerarmos essas percepções esquecemos que as pessoas também possuem suas próprias impressões o que limita o seu olhar ou deforma o que está sendo visto, nosso olhar também é influenciado pela nossa sociedade e como somos bem ou mal vistos por ela, no entanto considerar este olhar é o mesmo que assinar o atestado de óbito, pois a sociedade influenciada diretamente pela mídia e por esse esquema capitalista nunca estará satisfeita com os seus “objetos de foco”, seus critérios de análise foram distorcidos por um universo extremamente consumista, o TER se tornou mais importante do que SER e esta informação é expressada através de todos os veículos de comunicação e o tempo todo, o que nos impossibilita de ver e mostrar de fato quem somos e sim, parecermos outdoor ambulantes em meio a uma sociedade formada por mais outdoor ambulantes, pessoas vazias que se tornaram escravos deste sistema. Nesta guerra sem armas de fogo, as vezes não sobra tempo para pensarmos que essa forma de olhar também não diz quem somos e sim o que temos, é um olhar vazio, como uma fotografia fora do foco. Deus nos chamou porque somos fortes, é assim que Ele nos vê e pensar que agora estamos nos referindo ao olhar de Quem nos criou, de Quem nos vê não somente com as roupas que temos ou com a maquiagem que usamos, mas sim, de um olhar "Super-homem", visão Raio X, de Quem não vê somente o esteriótipo ou grifes, mas de Quem conhece melhor do que ninguém o nosso caráter, temperamento e limitações e como é bom saber que o Grande Especialista nos vê como fortes.

Segue então um convite para você se olhar, não pelo espelho, muito menos através de óculos emprestados, mas com os olhos do nosso Deus, através da sua palavra, Aquele que nos conhece antes mesmo de termos sido formados no ventre de nossas mães, Aquele que vela por nós e acredita em nosso potencial não só por seu infinito amor, mas por saber que o fato de sermos Sua imagem, semelhança e seus filhos, nos permite em meio a toda essa sociedade que está cega, caminhar altaneiramente conscientes do lugar que nos aguarda e não digo somente dos céus, mas sim da nossa jornada aqui na terra.

Sara Salum

quinta-feira, 13 de março de 2008

Se superar é preciso.

Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por você.
Se superar não são caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem decepções.
Se superar é Encontrar força no perdão, esperança nas lutas, segurança no palco do medo.
Se superar não apenas comemorar o sucesso, mas aprender nos fracassos.
Se superar é reconhecer que vale a pena viver a vida apesar de todos os desafios.
Se superar é deixar de ser vitima dos problemas e se tornar um autor da própria historia.
Se superar é ter coragem de ouvir um não.
É ter segurança de receber uma critica, mesmo que injusta.
Se superar é deixar viver a criança alegre e simples que mora dentro de cada um de nós.
É ter maturidade para dizer: Eu errei.
É ter ousadia para dizer: Me perdoe.
É ter sensibilidade para dizer: Eu preciso de você.
O meu desejo é que sua vida seja um canteiro de oportunidades, para você semear boas sementes em terra fértil.
Não desista de você, jamais desista das pessoas que você ama.
Pois a vida é um espetáculo imperdível, então temos que vivê-la intensamente.
Que a cada manhã você agradeça a DEUS pelo milagre da vida, e entenda que você tem mais uma oportunidade de se SUPERAR.

Você é um ser humano Especial!!!!!!!!!!!!

RODRIGO RIBEIRO...

quarta-feira, 12 de março de 2008

SAPERE AUDE



SAPERE AUDE


Ouse conhecer...

Não existem medidas exatas para o conhecimento. As diferentes formas do saber estão muito mais ligadas à nossa capacidade de agir e reagir ao que nos é proposto diariamente, do que a fatores meramente científicos.

No entanto, ainda temos medo de nos posicionar, principalmente quando lhe damos com questões “definidas” e paradigmas que atravessam o tempo e permeiam nosso modo de pensar. Esses medos encontram-se nos diferentes setores das nossas vidas, sejam eles internos, de relacionamento, ou na escola, na política, na convivência comum e até mesmo na igreja, encaixotando o pensamento e a razão crítica.

Mas, apesar da força de monopólio do sistema – seja ele qual for –, ele sempre estará vulnerável à crítica da razão pura. Esse termo é usa por Kant, um dos pensadores do período Iluminista – período que nos conscientizou da necessidade da maioridade mental. Ou seja, pensar por si. Ainda segundo Kant, buscar o esclarecimento é desenvolver uma condição moral.

Esse tipo de pensamento nos permite fazer uma crítica pura, no sentido de desvencilhar as verdades prontas das verdades puras e assim chegarmos a um nível elevado de compromisso com a razão.

Seja um adepto da maioridade metal, ouse saber o porquê das coisas. Deus não criou seres inanimados, ou fantoches vivos, para serem manipulados. A própria Palavra de Deus está cheia de significados racionais, e quando nos falta compreensão através da razão física-mental (logos), o Senhor nos dá discernimento espiritual. Mas em nenhum momento Ele nos dirá “faça assim e não questione” ou ainda “é assim porque tem que ser”, afinal Ele mesmo criou o livre arbítrio. É interessante pensarmos que é no silêncio de Deus onde descobrimos uma das maiores oportunidades de crescer, quando precisamos nos nortear baseado no que até então já aprendemos na caminhada e não na necessidade de repetições para nos sentimos mais seguros. È nesse momento que Deus tira as rodinhas da bicicleta e solta às mãos do banco sem, no entanto, deixar de dizer “Estou aqui”!

O termo latim sapere aude, na sua tradução mais precisa, seria: atreva-se a conhecer. Deixe de lado o medo, saia da obscuridade em direção à luz do esclarecimento.

Que possamos priorizar o nosso desenvolvimento intelectual, baseados não apenas na ciência – em seu sentido técnico –, mas também na necessidade real e simples das coisas.

Ouse conhecer... Supere-se!!!

Jonne de Souza